• ACESSE - AVA / MOODLE

    Ambiente virtual de aprendizado (AVA) dos cursos do programa de pós-graduação em Filosofia.
    VEJA MAIS
  • Igualdade racial e de gênero

    O PPGF vem adotando políticas afirmativas contra desigualdades através do sistema de reservas de vagas para pessoas autodeclaradas Negras e de vagas supranumerárias para pessoas Indígenas, Quilombolas, com necessidades especiais e autodeclaradas Trans. Es
    VEJA MAIS
  • PsiU

    O PsiU é o programa de saúde mental e bem estar da UFBA. Somos um grupo de psicólogos atuando em modalidade de plantão para acolher as pessoas que queiram encontrar um psi.
    VEJA MAIS
  • CAPES PRINT

    O Programa Institucional de Internacionalização (PrInt) foi criado pela CAPES, tendo como objetivos: Fomentar a construção, a implementação e a consolidação de planos estratégicos de internacionalização...
    VEJA MAIS

Estudioso da Estética, Mauro Carbone faz conferência sobre visibilidade no PPGF-UFBA

Estudioso da Estética, Mauro Carbone

faz conferência sobre visibilidade no PPGF-UFBA

 

 

A partir da centralidade da imagem na contemporaneidade, novas formas de visualização e de experiência visual se impõem. Diante dessa constatação, o professor italiano Mauro Carbone, atualmente da Université Jean Moulin (Lyon 3), tem tentado problematizar a noção de visibilidade, que será retomada na palestra inspirada em seu primeiro livro lançado em português (Ver segundo o quadro, ver segundo as telas), com o selo da Editora da Universidade de Caxias do Sul (Educs, 2019).

Interessado particularmente pelo pensamento do filósofo francês Maurice Merleau-Ponty, Carbone retoma especialmente as últimas obras do autor e procura se debruçar sobre a tese, esboçada por ele, segundo a qual haveria uma “precessão” recíproca da visão e do visível.

A pintura, o cinema e os dispositivos digitais fornecem os principais elementos para as análises empreendidas por Carbone. Sua reflexão culmina com a proposição da noção de “arquitela” – entendida, no livro, agora lançado no Brasil, como “o conjunto de condições de possibilidade de mostrar e esconder que, em nossa cultura, teria sido aberto pelo próprio corpo humano, como visível e vidente ao mesmo tempo”.

Mauro Carbone é fundador e um dos diretores da Revista Chiasmi International, publicação trilíngue sobre o pensamento de Merleau-Ponty. Entre seus livros, destaque para La chair des images: Merleau-Ponty entre peinture et cinema (Paris, Vrin, 2011) e Philosophie-écrans (Paris, Vrin, 2016).

 

 

A atividade, promovida pelo Programa de Pós-Graduação em Filosofia, da Universidade Federal da Bahia, acontecerá na próxima quarta-feira, dia 18 de dezembro, a partir das 14h.